quarta-feira, 22 de junho de 2016

Cartas amarelas | descobrindo cores, amores e sabores na cidade luz

Cada coisa que o Gui Poulain faz é linda e merece sua atenção. Conheci ele primeiro como calígrafo e ilustrador, pelo Instagram. Vi que ele cozinhava e fazia os bolos mais delicados do mundo, queria todos pra mim. Fiquei encantada também com as fotos que ele posta, uma mais linda que a outra! Comecei a acompanhar ele no O Chef e a Chata, programa de culinária que ele tem com a Lu Ferreira no YouTube (vale muito a pena ver!). Finalmente, conheci seu blog, o Moldando Afeto, e pude ler seus textos. E, hoje, tô aqui pra falar do momento em que ele mistura isso tudo em um lugar só: o livro Cartas Amarelas.

Cartas Amarelas fala sobre os meses em que o Gui estudou confeitaria em Paris. É composto de 48 cartas que ele escreveu nesse tempo e 56 receitas acompanhadas de ilustrações e fotos da cidade. Um detalhe fofo é que elas são divididas por categorias como: pra quem mora sozinho, pra se fazer e comer a dois, pra receber amigos em casa, piquenique... Até agora, só cozinhei uma coisa que aprendi ali, o penne al limone, e tá aprovado hehe. Quero muito tentar outras receitas logo!










O livro foi lançado através do Catarse, plataforma de crowdfunding. Na época, infelizmente, não pude apoiar o projeto, mas ainda bem que o Gui é de BH e pude ir ao lançamento, com até direito a dedicatória♥︎Nesse dia, tive a oportunidade de ver os originais dessas ilustrações pendurados na parede. São folhas grandes e bem trabalhadas, dá gosto de ver!

Quer comprar o Cartas Amarelas? Clica aqui!

Siga o Gui Poulain

terça-feira, 14 de junho de 2016

Ilustração | Grazi Andrade



Comecei um tipo de post em que mostro vários ilustradores que sigo de uma vez, como você já viu aqui e aqui. Só que tem alguns que me encantam tanto que não me contento com apenas citar seu nome em uma lista. Foi o caso da Grazi Andrade, que colore meu feed do Instagram todo dia.

Ela segue aquele estilo de desenho fofinho que eu tanto amo (reparou no coração nos joelhos e cotovelos? Oooown), mas o que eu mais gosto são os cabelos! São tão lindos e brilhantes hehe.







A Grazi acabou de começar um blog, o grazielandrade.com.br, pra falar sobre o trabalho dela. Parece que vai ter muita coisa legal por lá :)

Siga a Grazi Andrade
SalvarSalvar
SalvarSalvar

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Links de maio



Tá a fim de fugir daquele roteiro de viagem padrão? 5 lugares diferentões para conhecer na Ásia.




Pra você que tem cachorro em casa e não sabe lidar com a bagunça, cachorrada X casa limpa.




Pra quem ainda não consegue fazer um render decente (oi!), Vray para Sketchup passo-a-passo.




Ama um tonzinho neutro e um funfactCinza: 50 curiosidades interessantíssimas sobre a cor.




Se você brincava com caixas de papelão quando pequeno, Esqueça o plástico!




Pra quem não se cansa de ilustrações da Disney, Pôsteres Disney alternativos.

E se você ainda não viu essa maravilha de trailer, passou da hora:



segunda-feira, 30 de maio de 2016

Cores vivas na arquitetura



Em algum lugar de Los Angeles existe um complexo de três prédios - um vermelho, um azul e um verde. São obras do arquiteto Cesar Pelli, que gastou - pasmem - quatro décadas no desenvolvimento  e construção do projeto. Sei que essa ponta vermelha renderia um post inteiro só pra ela, mas não estou aqui pra falar sobre os edifícios em si. Meu foco, hoje, é total no revestimento.

Acontece que esses prédios usam o vidro como forma de revestimento. Ok, até aqui, nada de super original, existem mil construções de vidro por aí. O diferencial, nesse caso, é a cor.

Percebe a cor viva dessas fotos? Elas são possíveis porque a tinta está incorporada ao vidro, que não desbota, como aconteceria com uma tinta aplicada diretamente sobre uma superfície. Achei genial! Fica lindo, deixa a cidade colorida e foge da mesmice daqueles prédios azuis que vemos tanto.
Mais cor, por favor ♥︎


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...