Livro: A Viagem do Oriente

Esse é um daqueles casos de livro comprado por causa da capa. Sério, que arquiteto resiste a esse croqui lindo?



A Viagem do Oriente é um conjunto do diário e de cartas escritas pelo Charles-Edouard Jeanneret (mais conhecido como Le Corbusier) em 1911. Pelo ano, é de se imaginar que a linguagem é complicada, né? Tenho que admitir que não é aquele texto que flui, sabe? Mas também não é impossível, eu esperava algo mais difícil.

Esse diário narra um viagem que o Le Corbusier fez pela Europa em companhia do amigo Auguste Klipstein. Em uma das primeiras páginas tem um mapinha com o itinerário da viagem, que começa em Berlim e termina em Lucerna, passando por Praga, Budapeste, Atenas e mais umas 20 cidades.



Uma coisa legal desse livro é que consegui outra opinião desse arquiteto tão controverso que não pode se defender dos meus professores! Hahahaha. Sei que ele é suspeito pra falar de si mesmo, mas na época nem era famoso e dá pra entender um pouco seu jeito de pensar, sabe? E é engraçado que algumas frases do livro contradizem completamente coisas que já ouvi falar sobre ele. Gosto que me põe pra pensar.


Acho a história bem paradinha, pra mim não funciona como um livro pra se ler de uma vez. Quando tenho vontade, leio um capítulo ou dois e guardo. Acho melhor porque não cansa, mas vai de cada um, né? Por isso mesmo ainda não terminei de ler, mas quis indicar mesmo assim.

Comprei o livro no site da editora Cosac Naify (que tem livros lindosss) e chegou rapidinho! O site é ótimo, vale a pena comprar direto com eles. A Viagem do Oriente você encontra nesse link aqui.



Até agora, continuo sem uma opinião bem formada sobre o Le Corbusier. O que você acha dele?

comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário